segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Atendimento Nutricional Ambulatorial em Pediatria


      A Resolução 8.234 do Conselho Federal de Nutricionista (CFN) garante ao nutricionista a atribuição privativa da prescrição dietoterápica e de suplementos e complementos nutricionais e a solicitação de exames necessários ao diagnóstico nutricional.

       Procedimentos básicos em uma consulta de nutrição:

● Leitura do prontuário a fim de conhecer a razão do encaminhamento da criança ao setor de nutrição, a história social e a história pregressa da criança;

● Avaliação antropométrica da criança: deve-se proceder ao preenchimento dos gráficos de crescimento presentes no prontuário, bem como à realização de cálculos antropométricos pertinentes à situação;

● Conhecimento de intercorrências no momento da consulta e evolução da criança desde a última consulta no serviço;

● Anamnese alimentar: deve-se detalhar horário, refeição, alimentos, forma de preparo, quantidade e frequência da utilização dos alimentos. Conhecer tipo de água consumida, bem como presença de filtro e geladeira no domicílio. Este momento destina-se a ouvir o relato da mãe, devendo qualquer orientação ser feita no final da consulta;

● Verificação da utilização de suplementos vitamínico-minerais (tipo e dosagem);

● Preenchimento do Cartão da Criança (gráfico de crescimento segundo o índice peso/idade) e explicação de sua interpretação ao responsável pela criança;

● Avaliação do calendário de vacinação no Cartão da Criança, registrando se o mesmo encontra-se atualizado ou não;

● Função intestinal (frequência das evacuações e consistência das fezes);

● Verificação dos resultados de exames e dados complementares;

● Impressão diagnóstica: descrever avaliação antropométrica, avaliação da ingestão alimentar e presença de intercorrências ou situações relevantes;

● Conduta: descrever a orientação alimentar realizada, fornecendo detalhes relevantes para modificações dietéticas futuras, e descrever a prescrição de suplementos nutricionais quando for o caso. A conduta deverá ser explicada à mãe e sua compreensão deverá ser avaliada através de perguntas;

● Registro de atendimento: a criação e manutenção de uma rotina de registro de atendimentos realizados permite, minimamente, conhecimento da demanda do setor; a partir do qual podem-se definir estratégias de atendimento, rotinas de condutas e delineamento de pesquisas.

As informações contidas neste blog, não devem ser substituídas por atendimento presencial aos profissionais da área de saúde, como médicos, nutricionistas, psicólogos, educadores físicos e etc. e sim, utilizadas única e exclusivamente, para seu conhecimento.

Referências Bibliográficas:


Lacerda, EMA; Accioly, E; Faria, IG; Costa, VM. Práticas de Nutrição Pediátrica. 1. ed. São Paulo: Editora Atheneu, 2002.
Postar um comentário