quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Alimentação no Carnaval

Com tanta opção de folia durante o nosso carnaval algumas pessoas até esquecem de se alimentar adequadamente. Alguns cuidados devem ser tomados, esteja você indo cair na folia ou esteja você procurando sossego na praia, no campo ou em casa. Para os que vão contribuir para a popularidade da maior festa brasileira e pular carnaval, os cuidados com a alimentação e com a hidratação devem ser redobrados.

O consumo exagerado de comidas pesadas pode, até mesmo, atrapalhar a festa. Alimentos gordurosos e frituras dão a sensação de moleza e estômago pesado.

Embora uma alimentação balanceada, com hortaliças presentes no cardápio, seja recomendada para qualquer época do ano, em situações de alto gasto de energia, como é o caso da folia carnavalesca, ela garante benefícios extras para o organismo ao evitar a desidratação e a intoxicação.

As pessoas que festejam o Carnaval acabam perdendo água e sais minerais por meio da transpiração e, como a maioria das hortaliças possuem cerca de 90% de água e são ricas em minerais, elas colaboram com a reposição do que foi perdido.

Porém, há modos de preparo que prejudicam as propriedades nutricionais das hortaliças. As hortaliças devem ser preferencialmente consumidas cruas, cozidas ou batidas com sucos. Quando se frita uma batata, por exemplo, o excesso de gordura prejudica o organismo que, devido ao desgaste físico e ao provável consumo de bebida alcoólica, já se encontra debilitado.

Por falar em batata, essa hortaliça (e outras como mandioquinha, batata-doce e cará), por ser rica em carboidratos e de fácil digestão, pode ser uma boa aliada do folião que necessita repor o gasto energético. Frutas como melancia, melão e morango e hortaliças folhosas, como alface, rúcula e agrião, que são alimentos ricos em água e colaboram com a hidratação do organismo.

Para desintoxicar o organismo, depois do término da festa popular, as brássicas como couve e brócolis são indicadas porque possuem componentes que auxiliam o organismo a produzir enzimas detoxificantes. A cenoura ajuda a alcalinizar o estômago e contribui para a desintoxicação.

Ricas em fibras, vitaminas e minerais, as frutas e hortaliças devem estar na programação do Carnaval para garantir aos foliões e passistas uma festa cheia de saúde e de bem-estar.

Alguns cuidados simples para evitar problemas durante a folia de Carnaval. Descubra
como se prevenir com essas dicas:

             Beba muito líquido: São necessários de 2 a 3 litros para uma boa hidratação para os foliões. Água, isotônico, água de coco ou sucos naturais são boas opções. Se for tomar bebida alcoólica intercale cada copo de bebida com um copo de água, assim o corpo ficará hidratado e dificilmente a pessoa irá se embriagar e ter ressaca no dia seguinte.

             Consuma energéticos e isotônicos com moderação: Os energéticos podem causar taquicardia (pela presença da cafeína) e os isotônicos, quando consumidos em excesso, podem sobrecarregar a função renal.

             Evite comer besteiras: Evite o consumo de alimentos gordurosos, frituras ou alimentos “pesados”. Alimentos muito salgados também devem ser evitados.

             Dê preferência aos carboidratos: Preferir as versões integrais desses alimentos é uma boa opção. No entanto, arroz, massas e pães são fontes de energia e podem ser consumidos.

             Nem pense em ficar sem comer: Na hora da festa o nosso corpo precisa de muita energia. Procure fazer as quatro refeições básicas (café da manhã, almoço, lanche e jantar) podendo incluir outros lanches nos intervalos entre elas. O importante é não permanecer mais que quatro horas sem se alimentar evitando o desgaste do corpo e outras consequências piores. Para repor o estoque, dê preferência para comidas leves, como barras de cereais, frutas ou biscoitos integrais.

             Refeição fora de casa: Cuidado ao escolher os alimentos! Observe as condições de higiene, conservação e armazenamento daquilo que vai comprar. Nestes casos é preferível escolher alimentos industrializados de sua confiança para evitar surpresas desagradáveis como uma diarreia que pode estragar a sua festa.

             Roupas: Utilize roupas confortáveis e frescas. Prefira as roupas de algodão que permitem a transpiração da pele.

   Sono: Evite emendar um dia no outro. Procure descansar de 7 a 8 horas.

            Para minimizar os sintomas da ressaca recomenda-se não beber de estômago vazio (pela manhã você deve consumir um copo de leite ou iogurte).

            Se você abusou da bebida, uma forma de amenizar a sensação de mal-estar é, no dia seguinte, adotar uma alimentação à base de frutas ricas em água (melancia, melão, laranja) e preparações leves como sopas a base de vegetais e canja. Os ovos cozidos são apresentados como aliados da ressaca por apresentarem a cisteína, que ataca o acetaldeído, a toxina que provoca a ressaca. Outra dica é o uso do chá verde após esses dias de muita festa. Ele atua como um desintoxicante devido a sua atividade diurética.

As informações contidas neste blog, não devem ser substituídas por atendimento presencial aos profissionais da área de saúde, como médicos, nutricionistas, psicólogos, educadores físicos e etc. e sim, utilizadas única e exclusivamente, para seu conhecimento.

Referências Bibliográficas:

Cavalieri, R. Carnaval: Festa da carne ou da fome? Disponível em: www.nutrociencia.com.br Acessado em: 13/02/2014.

Descubra como cuidar da alimentação durante o carnaval. Disponível em: www.educacao.sp.gov.br Acessado em: 13/02/2014.

Frutas e hortaliças são aliadas para uma alimentação saudável no carnaval. Disponível em: www.embrapa.br Acessado em: 13/02/2014.


Morzelle, MC. Cuidados Essenciais nos Dias de Festa. Grupo de Estudos em Alimentos Funcionais. Disponível em: www.alimentofuncional.com Acessado em: 13/02/2014.
Postar um comentário