sexta-feira, 16 de junho de 2017

Mitos e Verdades em Nutrição



1)    Uma alimentação rica em fibras auxilia no emagrecimento?
 
Verdade. Uma alimentação rica em fibras pode prevenir ou auxiliar em tratamentos para a perda de peso. Alimentos ricos em fibras estimulam a mastigação, que exerce um efeito direto sobre o hipotálamo, produzindo sensação de saciedade, o que diminui a ingestão de outros alimentos. As fibras também auxiliam no funcionamento intestinal e podem interferir no tempo de absorção de nutrientes, especialmente gorduras e açúcares.

2)    Comer alimentos ricos em carboidrato à noite engorda?

Mito. É muito importante comer alimentos ricos em carboidratos em todas as refeições. Alimentos ricos em carboidratos (arroz, macarrão, batata, mandioca, etc.) devem preencher o espaço referente à ¼ do prato no almoço e no jantar. Para que uma alimentação esteja balanceada, ela precisa oferecer carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e sais minerais na quantidade adequada.

3)    Tomar líquidos durante as refeições engorda?

Verdade. Os alimentos na boca junto com os líquidos (água, refrigerantes, sucos) não permitem uma boa mastigação. Tudo fica mais diluído, você engole mais facilmente e come muito mais. O ideal é tomar líquido antes das refeições ou ao término, se necessário. 

4)    Manga com leite faz mal?

Mito. Na época da escravidão os senhores de engenho, preocupados em diminuir o consumo de leite por parte dos escravos (quanto menor o consumo maior a sobra para comercialização) e conhecedores da grande quantidade de manga que os escravos consumiam devido à fartura dessa fruta, diziam que comer manga e tomar leite poderia até causar a morte. Este foi um artifício utilizado para diminuir o consumo de leite pelos escravos. 



5)    Ficar sem comer emagrece?

Mito. Deixar de comer pode fazer com que seu metabolismo fique alterado, num ritmo mais lento, dificultando a perda de peso. Além disso, após ficar sem comer por um longo período, é comum você ter um comportamento de compulsão alimentar. Para que ocorra uma perda de peso adequada, é fundamental comer de forma fracionada, pequenos volumes, de modo que contenha todos os nutrientes que o nosso organismo precisa.

6)    Biscoito de água e sal não engorda?

Mito. Na verdade, apenas o sabor parece ser mais leve. Mas ele tem tantas calorias quanto um biscoito de maisena. Portanto, você pode comer, sim, os de água e sal, mas com moderação.

7)    Suco de beterraba acaba com a anemia?

Mito. Uma xícara de beterraba ralada possui apenas 0,8mg de ferro não heme (precisa sofrer ativação no organismo para ser aproveitado). Já um bife pequeno tem, em média, 7,5mg de ferro e um bife de fígado tem, em média, 8,5mg de ferro. Lembrando que o ferro presente nos alimentos de origem animal é mais facilmente aproveitado pelo organismo.

8)    Beber água em jejum emagrece?

Mito. A água é essencial para o bom funcionamento do nosso corpo. A recomendação diária varia de acordo com o sexo e sua condição clínica (gestação, lactação, por exemplo). Apenas a ingestão de água não elimina peso, muito menos se for consumida em jejum. Para que haja o emagrecimento, é fundamental modificar o hábito alimentar de modo que você consuma menos calorias e faça mais atividade física para ter um balanço energético negativo.

9)    Comer depressa e mastigar pouco faz engordar?

Verdade. A digestão tem início na boca, com a mastigação. Deve-se mastigar, no mínimo, 30 vezes cada porção de alimento sem ajuda de líquido para engolir. Quando você come vorazmente, não permite que o cérebro ative o mecanismo da saciedade, que demora em torno de 20 minutos depois que você começou a comer. Portanto, se acabar de comer antes desse tempo, não vai conseguir registrar a mensagem de que seu organismo está satisfeito, mesmo que tenha comido muito. Assim, fazer as refeições de forma muito rápida e sem mastigar direito contribui para que a pessoa engorde, pois o cérebro não tem tempo de entender que o corpo já está satisfeito e está na hora de parar.

10)  Praticar exercícios em jejum emagrece?

Mito. A queima de calorias depende dos estoques de carboidratos do organismo, que diminuem quando ficamos em jejum. Assim, exercícios em jejum causam diminuição da massa muscular e não de gordura, além do risco de hipoglicemia e hipotensão durante o exercício. Nunca pratique nenhum exercício em jejum ou em intervalo maior do que 4 horas entre a última refeição.

As informações contidas neste blog, não devem ser substituídas por atendimento presencial aos profissionais da área de saúde, como médicos, nutricionistas, psicólogos, educadores físicos e etc. e sim, utilizadas única e exclusivamente, para seu conhecimento.

Referências Bibliográficas:

Lima, TEC. Mitos e verdades em Nutrição. Hospital Israelita Albert Einstein. Disponível em: www.einstein.br Acessado em: 15/06/2017.

Philippi, ST. A dieta do bom humor. São Paulo: Panda Books, 2006.

Saiba a verdade sobre alguns mitos da alimentação saudável. Meu Prato Saudável. Disponível em: www.meupratosaudavel.com.br Acessado em: 15/06/2017.
Postar um comentário