sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Carnaval 2016!



Nosso tema da vez é o Carnaval, e para a maioria das pessoas ele é sinônimo de festas, música, diversão e... Bebidas alcoólicas! Então vamos falar um pouco sobre elas?

Primeiro: Você sabe o que acontece em nosso organismo quando ingerimos bebidas alcoólicas? 

Enquanto você bebe os níveis de glicose diminuem em nosso sangue e ele se torna mais ácido, com isso, irritando as mucosas da boca, garganta, estômago e intestino. Ocorre também um aumento da sudorese (da liberação de suor) e uma concentração de urina. Por isso na maioria das pessoas surge aquela vontade de ir correndo fazer xixi! 

Mas... E no dia seguinte?  A ressaca faz com que os vasos fiquem mais dilatados, os níveis de glicose mais baixos, e pode levar à gastrite, náusea, vômito, sensibilidade à luz e desidratação. Isso sem contar a ressaca moral, não é mesmo?

E porque o consumo exagerado de álcool faz mal?

Quando o álcool entra em nosso corpo, ele passa primeiramente pelo sistema digestório onde de 0-5% do etanol é absorvido pela mucosa gástrica e de 80 a 95% pela mucosa intestinal.

No entanto, o responsável pela maior parte da oxidação (de 80 a 90%), é o fígado, que é capaz de metabolizar apenas 10g de álcool por hora, o equivalente a uma lata de cerveja. Por isso, o uso contínuo e exagerado de bebidas alcoólicas não apenas sobrecarrega o fígado, como altera outras vias importantes ao organismo podendo levar a doenças crônicas como o alcoolismo, doenças hepáticas, reumáticas, além de afetar o sistema nervoso central.

Os principais efeitos do consumo de álcool são:

● hálito alcoólico
● desinibição
● sensação de euforia e excitação
● perda da coordenação motora
● menor capacidade de processar informações
● andar cambaleante
● náuseas e vômito
● fala arrastada e visão dupla
● lapsos de memória
● sonolência
● sensação de anestesia
● insuficiência respiratória
● coma
● possibilidade até mesmo de morte

E lembre-se: Nunca beba de estômago vazio! Isso aumenta a absorção do álcool, fazendo com que a pessoa fique bêbada mais rapidamente.

Mas não tem como, vou beber no Carnaval... E agora? Para finalizar, temos algumas dicas para melhorar a ressaca!

1)    Beba muita água
2)    Coma bem e evite comidas gordurosas
3)    Durma em local tranquilo e escuro
4)    Evite o consumo de paracetamol (pode sobrecarregar o fígado)
5)    Evite o café (pode sobrecarregar o fígado e agredir o estômago)
6)    Não fume




Por hoje é isso pessoal! Esperamos que tenham gostado de nossas dicas. Aproveitem o Carnaval e lembrem-se: se beber não dirija!

As informações contidas neste blog, não devem ser substituídas por atendimento presencial aos profissionais da área de saúde, como médicos, nutricionistas, psicólogos, educadores físicos e etc. e sim, utilizadas única e exclusivamente, para seu conhecimento.

Texto elaborado pelas nutricionistas: Andressa Reginato, Ariadne Cecílio e Thaís de Fante.

Nutricionistas formadas pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atuam no ramo da pesquisa experimental e alimentação escolar. Integram a Equipe Nuthane desde 2013.

Bibliografias consultadas:

BARROS, Gizelia. Fígado e o Álcool: Via Oxidativa. Portal: Bioquimica do Álcool, 2012. Disponível em:< http://bioquimicadoalcool.blogspot.com.br/2012/06/figado-e-o-alcool-via-oxidativa.html > Acesso em: 03 fev 2016.

COSTA, Bianca Oliveira; MELO, Thalita Maciel de. Metabolismo do álcool em humanos. Universidade do Vale do Sapucaí, Porto Alegre, 2014. Disponível em: <http://pt.slideshare.net/thalitamaciel353/metabolismo-do-lcool-no-organismo-humano> Acesso em: 03 fev 2016.

LARANJEIRA, Ronaldo. Ação e efeito do álcool. Portal Dr. Dráuzio Varella, 2011. Entrevista concedida a Dráuzio Varella. Disponível em < http://drauziovarella.com.br/dependencia-quimica/acao-e-efeitos-do-alcool/> Acesso em: 03 fev 2016.



Postar um comentário