domingo, 18 de outubro de 2015

Retenção Hídrica e Drenagem Natural com Alimentos Diuréticos



A queixa de estar inchada ou retendo líquido afeta principalmente o sexo feminino e é comum na consulta médica. Algumas parecem sofrer mais do que outras, e isto pode estar ligado principalmente a fatores genéticos, uso de anticoncepcionais e abuso de alimentos ricos em sal. O inchaço persistente tem como consequência o aumento de peso.  Em alguns casos esta retenção pode representar um aumento de até 5 quilos!

Porque inchamos?

A retenção hídrica depende de vários fatores, dentre eles as alterações hormonais do ciclo menstrual, o uso de alguns medicamentos (pílula, cortisona, anti-inflamatórios, antidepressivos), o consumo de alimentos ricos em sódio, ingestão reduzida de água e de alimentos ricos em água.

Vilões ricos em sódio

Cerveja, refrigerante, salgadinhos e comidinhas de lanchonete, conservas, azeitonas, aliche, bacon, presunto, salsichas, batata frita, pipoca, molho de soja, enlatados, mostarda, sopas prontas, ketchup.

Chopinho

A cerveja tem ação diurética inicialmente porque ela é basicamente feita de água. No entanto, ela também contém muito sódio, o inimigo número um de quem tem tendência a reter líquidos, e no dia seguinte bingo! O inchaço aparece. Além do sódio e da grande quantidade de líquido ingerida (quem toma só 1 ou 2 chopes no barzinho levanta o braço!), a cerveja contém glúten - e glúten inflama o intestino, o que se traduz em barriga inchada! Vinho e destilados têm uma ação menor no inchaço. Outro agravante é que nunca só se bebe o álcool dá um vazio no estômago, e aí a ingestão de salgadinhos e petiscos ricos em sódio é inevitável. Ninguém saboreia uma salada junto com o chopinho, não é mesmo?



Sódio disfarçado

Certos compostos de sódio são encontrados em produtos diversos: 

- benzoato de sódio (conservante) em margarinas, molhos, gelatinas, refrigerantes, sucos de frutas, embutidos.

- bicarbonato de sódio e fosfato de sódio no fermento em pó. 

- glutamato monossódico (realçador de sabor) presente em sopas industrializadas, biscoitos, molhos, massa de tomate.   

- alginato de sódio (espessante) em sorvetes e achocolatados.

Magnésio e potássio

Frutas, legumes e verduras são naturalmente ricos em água, o que facilita o trabalho dos rins, que eliminam com mais eficiência o líquido retido. Outro detalhe importante é que hortaliças, frutas e ervas são ricas em magnésio e potássio, sais minerais com ação diurética que ajudam a neutralizar a retenção causada pelo sódio. Chás, água de coco e sucos mesclando frutas e verduras – estas são as bebidas que não podem faltar para quem quer se livrar do inchaço.  

Sal integral

Diminua o sal da alimentação porque ele promove maior retenção de líquido. Prefira o sal marinho ou sal rosa do Himalaia (eles contêm até 84 minerais) em vez do sal refinado (só cloreto de sódio). Uma boa dica é comprar sal grosso (aquele usado nos churrascos) e moer no liquidificador junto com alguma erva desidratada como salsa, alecrim, tomilho ou orégano.

Cardápio drenante

Hortaliças com ação diurética - as mais eficientes são aipo, couve, salsa, chuchu, agrião, pepino, repolho, tomate, berinjela, cenoura, folhas de beterraba, aspargos, alcachofra, alface, broto de feijão.

Frutas drenantes - melancia, melão, abacaxi, pera, morango, maçã, maracujá. 

Bebidas top - no quesito drenagem estas são imbatíveis: água de coco, sumo de limão (altamente benéfico para o sistema renal), chás (salsa, hortelã, cidreira, cavalinha, cabelo de milho, erva-doce, abacateiro, quebra-pedra).

Especiarias 

Para reduzir o sal e conservar o sabor dos pratos, tempere seus pratos com ervas frescas ou secas, tais como manjericão, orégano, alecrim, salsa, louro, alho, cebola, cebolinha, alho-poró, coentro, noz-moscada, açafrão, pimentas vermelhas e do reino, canela, gengibre, e o que mais a sua imaginação permitir. Fuja dos alimentos industrializados, sempre ricos em sódio.

Drenagem natural

Quanto mais natural a dieta (com menos alimentos processados) e quanto maior o consumo de frutas e hortaliças, melhor será a capacidade de drenagem do corpo. Abuse de líquidos ao longo do dia, alternando entre água com limão, água de coco e chás diversos. Além disso, procure comer sempre uma generosa porção de salada crua e legumes pouco cozidos. Sopa de legumes também é bem-vinda.

Duas receitas deliciosas e superdiuréticas
 
- 1 copo de água de coco, 1 fatia de abacaxi, ½ xícara de salsa picada, bater no liquidificador e tomar imediatamente.

- 1 copo de suco de melancia, 1 ramo de aipo (talo e folhas), bater no liquidificador e tomar imediatamente.

Texto elaborado por: Dra. Tamara Mazaracki. 

Título de Especialista em Nutrologia –  Associação Brasileira de Nutrologia;

Membro Titular da ABRAN – Associação Brasileira de Nutrologia 

Pós-graduação em Medicina Ortomolecular, Nutrição Celular e Longevidade – FACIS-IBEHE – Faculdade de Ciências da Saúde de São Paulo e Centro de Ensino Superior de Homeopatia;

Pós-graduação em Medicina Estética – Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino – IBRAPE.

As informações contidas neste blog, não devem ser substituídas por atendimento presencial aos profissionais da área de saúde, como médicos, nutricionistas, psicólogos, educadores físicos e etc. e sim, utilizada única e exclusivamente, para seu conhecimento.
Postar um comentário