domingo, 17 de julho de 2016

Dieta e Envelhecimento




A pele ou cútis possui função de proteção, regulação da temperatura corporal, defesa contra micro-organismos, excreção de sais através do suor, formação de vitamina D3, dentre outras funções. Ela é dividida em 3 camadas:

Hipoderme – camada mais profunda que contém gordura;

Epiderme – camada do meio. É permeada por poros e glândulas sebáceas e sudoríparas. Constituída de melanócitos, células responsáveis pela pigmentação da pele e proteção contra raios UV; e ceratinócitos, os quais protegem a pele do calor;

Derme – Camada externa, onde há grande concentração de vasos sanguíneos e linfáticos e nervos (proporcionando a sensibilidade ao calor, frio, dor, coceira). Nesta camada se encontra as fibras elásticas e colágenas.

O processo de envelhecimento ocorre tanto por causas genéticas, mudanças hormonais associadas à menopausa (envelhecimento intrínseco – que vem de dentro para fora), quanto por influências ambientais, como luz solar, vento, umidade, doenças dermatológicas, fumo, álcool e alimentação.

As modificações naturais da pele que ocorrem pelo envelhecimento intrínseco levam a ressecamento, flacidez, alterações vasculares, rugas e diminuição da espessura da pele, afetando todas as suas camadas.

A exposição ao sol é um dos principais fatores ambientais relacionados com o envelhecimento precoce conhecido como "foto envelhecimento" e conduz à destruição das fibras elásticas e colágenas, ao aparecimento de manchas e à ocorrência de lesões pré-malignas ou malignas (câncer).

A radiação UV propicia a formação dos radicais livres produzidos e, com isso, eleva o número de lesões não reparadas, que alteram o metabolismo de renovação da pele e são responsáveis pelo envelhecimento precoce, e elevam o risco de aparecimento do câncer de pele.

O processo de envelhecimento precoce pode ser evitado com a ajuda de alimentos fotoprotetores, antioxidantes e suplementos alimentares. Confira alguns deles:

Nutrientes
Fontes alimentares
Ação na pele
Vitamina C
Abacaxi, acerola, agrião, caju, goiaba, laranja, limão, morango, salsão, tangerina, tomate, entre outros.
Protege contra os raios UV;
Preserva o colágeno – proteína responsável pela elasticidade da pele, evitando as temidas rugas.
Vitamina A
Fígado, gema de ovo, iogurte natural, leite e derivados.
Atua na renovação da pele.

Betacaroteno
Abóbora, agrião, batata-doce, brócolis, cenoura, couve, damasco, espinafre, entre outros vegetais de cor alaranjada, amarelada e verde escuro.
Atua na renovação da pele.

Vitamina E
Castanha do Brasil, cereais integrais, germe de trigo, pães integrais, repolho, etc.
Protege as membranas das células;
Potencializa a ação da vitamina C;
Reduz as cicatrizes.
Selênio
Castanha do Brasil, grãos integrais, peixes.
Protege as células dos radicais livres (agentes oxidantes que aceleram a morte celular e prejudicam a renovação da mesma);
Evita a flacidez e envelhecimento causados pelo sol.
Zinco
Ostras, carnes vermelhas, algas, ostras, leite e derivados, grãos integrais.
Ajuda a combater os radicais livres;
Favorece a renovação celular.
Flavonoides
Frutas vermelhas, couve-flor, cebola, alho, cacau, castanhas, feijão e outros.
Ação antioxidante – combate os radicais livres, principais agentes nocivos que promovem o envelhecimento cutâneo precoce.
Colágeno hidrolisado
Suplemento
Estimula a produção de colágeno pela pele melhorando a elasticidade e  hidratação.

Silício orgânico
Suplemento (Exsynutriment®)
Faz parte da estrutura do colágeno e elastina, responsáveis pela elasticidade da pele;
Evita danos como desidratação cutânea, rugas;
Otimiza o processo de cicatrização. 


Que tal um suco para combater o envelhecimento cutâneo?

● 1 xícara de folhas verde escuras;

● Frutas vermelhas (4 unidades de amora, 3 unidades de morango, 200ml de suco de uva integral);

● 1 colher (sobremesa) rasa de colágeno hidrolisado em pó sem sabor;

● 2 Castanhas do Brasil;

Modo de Preparo:

Bater no liquidificador e consumir à noite.

As informações contidas neste blog, não devem ser substituídas por atendimento presencial aos profissionais da área de saúde, como médicos, nutricionistas, psicólogos, educadores físicos e etc. e sim, utilizadas única e exclusivamente, para seu conhecimento.

Referências Bibliográficas:

Pujol, APP. Dieta e Envelhecimento. Instituto Ana Paula Pujol. Disponível em: www.institutoanapaulapujol.com.br Acessado em: 16/06/2016.

Pujol, APP. (org.). Nutrição aplicada à estética. Rio de Janeiro, RJ: Editora Rúbio, 2011.

Pujol, APP. Manual de nutricosméticos: receitas e formulações para a beleza. Camboriú, SC: IEPN, 2012.

Postar um comentário