sábado, 5 de março de 2016

Benefícios dos Legumes



Os legumes são vegetais, os quais na maioria das vezes são fecundados dentro da terra, onde está localizado o fruto. Na parte externa normalmente estão apenas as folhas, entretanto alguns legumes podem ser fecundados fora da terra.  

Mas você sabe quais são os legumes mais usuais? Ou melhor, você sabe o que eles te trazem de benefícios?

Vamos conhecer um pouco mais sobre alguns legumes:

Abobrinha: É um alimento de baixo teor calórico, além disso, é rica em niacina (vitamina B3) e fonte de vitaminas do complexo B e vitamina A. Nela podemos encontrar também, cálcio, potássio, fósforo, sódio e magnésio. É rica em fibras e água, logo, é excelente para auxiliar no funcionamento intestinal.

Batata: É rica em carboidrato e amido, ou seja, é ótima para dar energia, mas é bom lembrar que misturar batata com arroz, massa ou algum outro tipo de carboidratos pode ser uma cominação muito calórica, prejudicando quem está de olho na balança!

 A batata é rica em fibras, vitamina K, vitaminas do complexo B, vitamina C e vitamina E. Alguns sais minerais também fazem parte da sua constituição: potássio, cálcio, ferro, magnésio, manganês e zinco.

Batata doce: Um alimento muito versátil que pode ser preparado de várias formas e pode ser encontrado o ano todo! Assim como a batata branca, esse alimento também é fonte de carboidrato, fornecendo energia. Entretanto, esse carboidrato é consumido de uma forma mais lenta, mantendo por mais tempo a saciedade e a energia.

Rica em fibras, a batata doce auxilia no funcionamento gastrointestinal. Fonte de vitamina A, C, K e E, além de sais minerais magnésio, fósforo, potássio, sódio e zinco.

Berinjela: Alimento com baixíssimo teor calórico, é rica em fibras. Na berinjela podemos encontrar vitaminas do complexo B, vitamina k, vitamina C, potássio, ferro, zinco, cálcio e magnésio. Excelente fonte de antioxidantes.

Beterraba: Pode ser consumida de várias formas, crua, cozida, assada. Além de poder ser usada como salada, em molhos e em sopas. Fornece ferro, potássio, sódio e magnésio. É rica em vitamina A, C e complexo B, além de fibras, auxiliando no funcionamento intestinal.

Cenoura: Alimento rico em Vitamina A, vitamina B e C, age estimulando o sistema nervoso e prevenindo doenças, excelente antioxidante (combate os radicais livres, os quais são responsáveis pelo envelhecimento precoce e câncer). Beneficia: olhos, cabelos, pele, mucosas e ossos. 

A cenoura é rica em betacaroteno, substância que ativa a melanina, é muito consumida no verão por quem deseja ficar bronzeada, além de também ter papel antioxidante. É composta também por ferro, cobre, cálcio, fósforo, sódio, zinco, magnésio, iodo, bromo e manganês.

Chuchu: Alimento leve, bom aliado para perda de peso, pois é rico em fibras e pobre em calorias. Contém boas quantidades de Vitamina C e complexo B. É pobre em sódio e rico em potássio, auxiliando na pressão arterial. Também fornece magnésio, cálcio, fósforo e zinco.

Mandioca: Excelente fonte de energia por se tratar de um alimento rico em carboidrato.  Rica em ácido fólico, vitamina C, magnésio, manganês, cobre e potássio. Por não conter glúten, pode ser usada como fonte de energia para pessoas com doença celíaca.

Pimentão: Rico em vitamina A e C, boa quantidade de vitamina B6. Minerais como ferro, cálcio e fósforo também estão presentes no pimentão. Para melhor aproveitamento dos seus benefícios, o indicado é comê-lo cru.

Rabanete: Estudos mostram que o rabanete fornece fibras, vitamina A, B1 e B2 a nossa dieta, atuando como estimulante digestivo. Em sua composição se destaca a vitamina C, que contribui na prevenção de doenças como escorbuto, além de possuir funções antioxidantes e anti-inflamatórias. Os rabanetes são ricos em minerais tais como: cálcio, fósforo, enxofre, ferro e principalmente potássio que são responsáveis por diversas funções do nosso organismo.

Tomate: Contém diversos componentes benéficos como betacaroteno, vitamina C, vitamina E e minerais, como o cálcio e o potássio. Mas, o principal componente do tomate aliado à saúde é o licopeno. O licopeno é um pigmento do grupo dos carotenoides que confere a coloração vermelha ao tomate, ou seja, quanto mais vermelho o tomate, provavelmente maior o teor de licopeno. Este pigmento tem importante ação antioxidante no organismo humano. Ele age na neutralização dos radicais livres, proporcionando proteção contra danos oxidativos (envelhecimento celular), além de estimular a função do sistema imunológico.

Esses foram alguns dos exemplos mais comuns de legumes que temos na nossa rotina alimentar. É importante ressaltar que uma dieta balanceada e equilibrada é o recomendado para ter a saúde em dia.

Lembre-se de variar os tipos de alimentos, sejam eles frutas, legumes, verduras, etc.

Berinjela ao Forno com Tomate Fresco

Combinação da berinjela com o tomate sempre dá certo. São ricos em fibras, vitamina A e C. Sem contar que a berinjela ajuda a reduzir o colesterol do sangue.

Ingredientes:

3 berinjelas grandes (com casca);
600g de tomates maduros em fatias;
2 cebolas em fatias;
2 dentes de alho picados;
2 ovos;
150g de queijo branco light em cubos;
1 colher de sopa de orégano;
½ xícara de chá de salsinha e cebolinha picada;
1 colher de sopa de queijo parmesão ralado;
1 pitada de sal.

Modo de Preparo:

Lave muito bem as berinjelas e corte-as em fatias finas no sentido do comprimento;

Em um refratário, faça camadas colocando as berinjelas, os tomates, as cebolas, o alho e o queijo. Tempere com o sal, orégano e salsinha. Faça camadas até terminar os ingredientes;

Bata os ovos e derrame sobre as camadas. Polvilhe o parmesão. Leve ao forno preaquecido por aproximadamente 30 minutos. 



Texto elaborado por: Juliana Granzotto de Vargas- CRN2 10867

Nutricionista formada pela Universidade de Caxias do Sul (UCS) em 2011. 

Pós graduada em nutrição clínica personalizada pelo Instituto de Pesquisa Gestão em Saúde (IPGS) em 2013.

Atualmente trabalha com consultório focando na área clínica e esportiva. 

Realiza atendimento Home Care  e atua como Personal Diet.

As informações contidas neste blog, não devem ser substituídas por atendimento presencial aos profissionais da área de saúde, como médicos, nutricionistas, psicólogos, educadores físicos e etc. e sim, utilizada única e exclusivamente, para seu conhecimento.

Referências Bibliográficas:

Berinjela ao forno com tomate fresco. Meu Prato Saudável. Disponível em: www.meupratosaudavel.com.br

Guia Nutricional dos Alimentos. Disponível em: www.allimentacaosaudavel.org

Tabela Brasileira de Composição de Alimentos – TACO. Universidade de Campinas – UNICAMP, 2011.


Postar um comentário