terça-feira, 21 de junho de 2016

Sopas



O inverno chegou e tendência é o aumento do consumo de pratos quentes, geralmente mais calóricos. As sopas podem ser uma alternativa menos calórica e ao mesmo tempo saudável para se alimentar no inverno.

Para o preparo de sopas, use uma variedade de legumes e folhas verdes (estas podem ir ao final do preparo), uma proteína que pode ser uma carne ou feijão, lentilha, grão de bico, ervilha ou a soja na forma fermentada, como o missô ou tofu. As carnes podem ser acrescentadas, de preferência os cortes mais magros, frango ou peixes.

Não é necessário acrescentar muito óleo no preparo, para não tornar a sopa muito calórica e indigesta. Use no máximo e de preferência um fio de azeite. Evite acrescentar bacon, creme de leite, queijos amarelos, requeijão.

Use um tipo de base, cereal ou raiz apenas, que pode ser o macarrão, bifum, arroz, batata, inhame, mandioquinha, abóbora, etc.

Por fim, para temperar, devem ser evitados os caldos ou temperos prontos, principalmente os que contenham o glutamato monossódico. Aproveite para acrescentar ervas e temperos naturais, que além de não serem industrializados, oferecem benefícios à saúde, como a cebola, alho, aipo, salsinha, cebolinha, açafrão, orégano, alecrim, manjericão, gengibre, etc.

Evite o consumo de sopas industrializadas, pois são isentas de nutrientes e ricas em conservantes, sódio e que também contém glutamato monossódico, sendo este um realçador de sabor que pode comprometer o seu metabolismo e o consumo constante pode levar aos sintomas de irritabilidade, nervosismo, ganho de peso, aumento da pressão arterial, dores de cabeça e outros.

Dica:
Foi comprado cientificamente que a canja funciona contra os sintomas da gripe ou resfriados, pois o líquido quente melhora a expectoração por aumentar o movimento dos cílios pulmonares, e por consequência, do muco. Além disso, o frango possui cisteína, um aminoácido que age sobre o muco, tornando-o espesso e facilitando o descongestionamento dos pulmões. Se a sopa tiver especiarias como o alho, cebola, por exemplo, auxiliam na melhora do sistema imunológico.

Sopa de Abóbora com gengibre
Rendimento: 4 porções

1 colher de sopa de azeite
½ cebola picada
2 dentes de alho
1 colher de café de gengibre picado
1 colher de chá de alecrim seco
½ kg de abóbora picada, sem casca
½ litro de caldo de frango
1 litro de água
Sal e cheiro verde picado

Para o caldo de frango, cozinhe 100 gramas de peito de frango picado por mais ou menos 20 minutos.

Modo de Preparo:

Cozinhe a abóbora no vapore bata com pouca água. Refogue a cebola e o alho no azeite. Junte o gengibre e refogue mais um pouco. Coloque o creme de abóbora e mexa bem. Acrescente o caldo de frango, a água e o sal. Cozinhe por mais alguns minutos. Polvilhe o alecrim e o cheiro-verde. Se desejar, sirva com uma verdura bem picada.

Texto elaborado por: Luciana Citroni Milanezi – CRN3: 27355.

Especializada em Nutrição Clínica e Metabolismo pela Universidade Gama Filho

Nutricionista na Clínica Tashiro – Cerquilho/SP

Nutricionista RT na Alimentação Escolar em Cerquilho/SP

As informações contidas neste blog, não devem ser substituídas por atendimento presencial aos profissionais da área de saúde, como médicos, nutricionistas, psicólogos, educadores físicos e etc. e sim, utilizadas única e exclusivamente, para seu conhecimento.

Referências Bibliográficas:

Goldsmith PC. Neuroglial responses to elevated glutamate in the medial basal hypothalamus of the infant mouse. J Nutr 130:1032S–1038S. (2000).

Revista Superinteressante. <http://super.abril.com.br/ciencia/nao-parece-mas-e>. Acesso em: 09/06/2016.








Postar um comentário