quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Festas de Final de Ano



As festas de Natal e Ano Novo coincidem com a entrada do verão e muito calor. Este período festivo deve ser cercado de alguns cuidados para evitar problemas como desidratação, má digestão, mal-estar, ressaca e outros inimigos do espírito natalino.


Hidratação

Durante o verão, com o aumento da temperatura ambiente, é importante um cuidado maior com a hidratação do organismo, uma vez que a perda de água e de sais minerais é mais acentuada do que em outras estações do ano. É importante investir em uma alimentação rica em água (frutas e verduras), além de ingerir líquidos de forma regular, mesmo sem sede. Água pura, sucos frescos, água de coco, chás gelados devem ser consumidos durante todo o dia. 

Cerveja, vinho e caipirinha

Especialmente no verão e nas festas de final de ano, deve-se ficar atento aos exageros com bebidas alcoólicas. Quando ingerido em grandes quantidades, o álcool pode levar à desidratação, pois ele "retira" a água das células, agindo como um diurético, ou seja, estimulando a produção de urina com a consequente perda de água e minerais pelo organismo. A desidratação intensifica os sintomas da ressaca. Uma dica para evitar o mal-estar e indisposição no dia seguinte é alternar os drinques com o consumo de água mineral ou água de coco. Assim o teor alcoólico fica diluído, o corpo não se desidrata, e certamente o número de doses de bebida alcoólica será menor.

Sem pesar no estômago

Consuma alimentos de fácil digestão e que não pesam no estômago, como saladas, legumes, frutas, carnes magras, procurando evitar pratos muito elaborados e com molhos pesados, frituras, carnes gordas.  Tome cuidado com petiscos salgados e sobremesas cremosas, mais calóricas e de difícil digestão. 

Conservação

No verão, devido às temperaturas elevadas, os alimentos podem se deteriorar de forma mais rápida. Tenha cuidado com os produtos de origem animal, como carne, frango e pescados – mantenha tudo muito bem refrigerado. O consumo de alimentos deteriorados ou mal conservados pode levar à intoxicação alimentar.  As carnes, saladas, acompanhamentos e sobremesas das festas não devem ficar muito tempo expostos ao calor em cima da mesa, com especial cuidado para os pratos que levam maionese na sua preparação. 

Ceia saudável

É perfeitamente possível criar uma ceia de Natal sem carnes pesadas, molhos e alimentos gordurosos. A grande variedade de legumes e frutas da época (manga, uva, pêssego, abacaxi, ameixa) permite enfeitar pratos típicos das festas, como o peru e o chester, tornando-os mais apetitosos e saudáveis. As frutas podem também ser uma excelente opção de sobremesa ou fazer parte de saladas mistas e coloridas. 



Montando o prato

● Proteínas 

Aves assadas (peru, frango, chester), peixe (bacalhau, salmão), lombo, tender. Quantidade indicada: aproximadamente 150 a 200 gramas, equivalente a 2 fatias de peito das aves, 2 fatias de lombo, 1 posta grande de salmão ou 2 colheres de servir de bacalhau. 

● Salada verde
 
Coloque muitas folhas diferentes para dar colorido no prato: alface americana, alface roxa, rúcula, agrião, endívia. Acrescente ingredientes diversos como frutas (maçã, uva, abacaxi, kiwi, cereja, morango), amêndoas, nozes, azeitonas, palmito, tomatinhos cereja. Tempere com limão ou vinagre balsâmico, azeite extravirgem e sal rosa. Quantidade indicada: coma à vontade.

Acompanhamentos
 
Arroz com legumes picados (brócolis, cenoura, cheiro verde), uma farofa mais leve feita com azeite ou óleo de coco (sem linguiça, prefira miúdos de aves, e adicione frutas à farofa, como passas, pedacinhos de maçã, rodelas de banana), purê de maçã (combina muito bem com peru e chester) ou purê de abóbora no óleo de coco, legumes diversos preparados no vapor e bem temperados com cebola em flocos e um bom azeite. Rodelas de batata doce preparadas no forno com sal rosa, alecrim e óleo de coco são irresistíveis e não pesam na cintura. Quantidade indicada: uma ou duas colheres de sopa de 2 ou 3 das opções acima é suficiente.


Sobremesas
 
Frutas frescas da estação - cereja, pêssego, nectarina, ameixa, uva, kiwi, abacaxi, compota de frutas, gelatinas coloridas feitas com pedacinhos de maçã e uva-passa, mousses levíssimas feitas com frutas como maracujá ou limão, gelatina, iogurte ou ricota no lugar do creme de leite. Evite a rabanada e modere no panetone. Frutas secas (uva-passa, tâmara, figo, ameixa, damasco) e sementes (pistache, nozes, macadâmia, castanha, avelã, pecan) substituem as sobremesas mais pesadas e são muito saudáveis. Quantidade indicada: uma porção de doce, algumas nozes e um pouco de fruta. 

Bebidas
 
Sucos naturais, chás gelados, água aromatizada, alternando com as taças de champagne e vinho nos dias de festa. Ao invés de refrigerante prefira água de coco.

O que evitar
 
Carnes gordurosas, frituras, salgadinhos, alimentos muito condimentados, embutidos, maionese, queijos salgados (gorgonzola, provolone, cheddar, etc.), doces cremosos e calóricos, e bebida alcoólica em excesso. 

Resolução de Ano Novo
 
Que tal adotar logo no início do ano novo uma alimentação saudável? Evite o consumo de alimentos industrializados, embutidos, frituras, gorduras trans e carboidratos simples (açúcar, doces, refrigerante, pão branco, arroz branco, massa). Prefira frutas frescas ou secas, muita salada e legumes, cereais e grãos integrais, carnes magras variadas e laticínios como iogurte natural e queijo. Boas Festas!

Texto elaborado por: Dra. Tamara Mazaracki.

Título de Especialista em Nutrologia –  Associação Brasileira de Nutrologia;

Membro Titular da ABRAN – Associação Brasileira de Nutrologia;

Pós-graduação em Medicina Ortomolecular, Nutrição Celular e Longevidade – FACIS-IBEHE – Faculdade de Ciências da Saúde de São Paulo e Centro de Ensino Superior de Homeopatia;

Pós-graduação em Medicina Estética – Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino – IBRAPE.

As informações contidas neste blog, não devem ser substituídas por atendimento presencial aos profissionais da área de saúde, como médicos, nutricionistas, psicólogos, educadores físicos e etc. e sim, utilizadas única e exclusivamente, para seu conhecimento.


Postar um comentário