segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Kefir



Kefir é um probiótico produzido através da fermentação do leite. Possui um aspecto semelhante ao Iogurte, mas o seu valor nutricional e terapêutico é muito superior.

As características do produto são em decorrência da presença de uma complexa microbiota, dentre outras, como Lactobacillus brevis, Lactobacillus helveticus, Lactobacillus kefir, Leuconostoc mesenteroides, Kluyveromyces lactis, Kluyveromyces marxianus e Pichia fermentans.

O kefir contém também leveduras benéficas como as Saccharomyces kefir e Torula kefir, que dominam, controlam e eliminam as leveduras patogênicas (prejudiciais) presentes no organismo.

O kefir pode ser feito a partir de qualquer tipo de leite (vaca, cabra ou ovelha). Tem aparência de uma massa branca e gelatinosa.

A bebida pode ser preparada em casa, adicionando os grãos de kefir no leite e armazenar adequadamente. O líquido fermenta em aproximadamente 24 horas, a uma temperatura de 18-30ºC. Depois deste período, o leite deve ser coado e os grãos do kefir são adicionados a outro leite, fazendo assim de forma cíclica, por tempo indeterminado.

Possuem a característica de resistir ao suco gástrico, sais biliares e de se adequar à possível presença de antibióticos. Desta forma chegam vivos ao intestino em quantidades suficientes para promover efeitos benéficos e auxiliares na redução de riscos de algumas doenças.

Abaixo alguns benefícios do uso do Kefir:

- Melhora a imunidade;

- Favorece a desintoxicação;

- Intolerantes a lactose podem (de maneira geral) consumir, pois as bactérias e leveduras do Kefir produzem lactase que consome grande parte da lactose do leite (no caso de produzir em leite animal ao invés de vegetal);

- As proteínas do kefir são parcialmente digeridas e, assim, mais facilmente utilizadas pelo organismo;

- O triptofano, um dos aminoácidos essenciais abundantes no kefir, é conhecido pelo seu efeito relaxante do sistema nervoso;

- sintetiza vitaminas do complexo B;

- aumenta a resistência à infecções;

- efeito tranquilizador do sistema nervoso beneficia muitas pessoas que sofrem de depressão, distúrbios do sono, entre outras;

- restabelece e equilibra a flora intestinal – elimina dos intestinos as bactérias e leveduras prejudiciais, e aumenta a população bacteriana benéfica e protetora;

- regulador da flora intestinal, podendo ser usado tanto em casos de prisão de ventre e diarreia, reduz a formação de gases e melhora de uma forma geral todo o sistema digestivo;

- diminui o risco de câncer, principalmente de cólon;

- diminui colesterol LDL (ruim);

- Rico em B12, auxilia no controle da pressão arterial e riscos cardíacos;

- Rico em Magnésio e vitaminas do complexo B;

- Evita a candidíase!;

- Auxilia no controle glicêmico em diabetes tipo 2.

Onde usar?

Pode ser consumido junto com frutas ou shakes!

Atenção: Ao serem coados, os “grãos”, devem ser imediatamente depositados de volta ao recipiente, onde devem receber mais leite, já que se “alimentam” dele, use sempre colheres/coadores plásticos/silicone ou madeira. Evite os metalizados!

Receita de Mousse de Chia com Kefir:

Essa receita não tem muita medida.
Misture o Kefir com cacau em pó e semente de chia e coloque em um copo de vidro transparente (fica mais bonito! E quem não gosta de comida bonita e saudável?), espere por volta de 2h ou até que a chia comece a soltar seu gel e fique com a consistência de mousse. Por cima acrescente geleia 100% fruta ou pedaços de frutas e lascas de amêndoas.
Pronto! 



Kefir de Água (Tibicos):

Os grãos para o Kefir de água são os Tibicos, e não são os mesmos grãos do Kefir de leite!

Os grãos de Kefir de água são pequenos, translúcidos ou caramelos (dependendo do açúcar que você usa) e tem a aparência de micro cristais. Quando bem cultivados produzem uma rica bebida probiótica e continuam crescendo indefinidamente.

Preparar o Kefir de Água é muito simples. Os grãos são cultivados em água adoçada com açúcar ou rapadura (nunca use mel). As bacterias e leveduras presentes nos grãos metabolizam o açúcar, transformando em um conjunto de micro-organismos benéficos, repleto em vitamina, aminoácidos e enzimas.

Inclusive ele não possui as mesmas bactérias probióticas do Kefir de leite, e seus efeitos terapêuticos são menores que o original. Mas ainda assim é uma boa opção para os vegetarianos/veganos. 



Posso colocar meus grãos de Kefir de leite no leite vegetal?

Fiz uma busca sobre essa troca e achei essa dica interessante no site Kefir – Alimento Probiótico

“ (...) Posso colocar meus grãos de Kefir de leite no leite vegetal? Novamente, eu não fiz essa experiência, mas há relatos de sucesso e de insucessos também.
Esteja preparado para as duas situações caso queira fazer a troca.

COMO FAZER:

Faça uma substituição gradativa, ou seja: troque aos poucos, no primeiro dia, coloque uma porcentagem pequena de leite vegetal junto com o leite de vaca, e aumente essa porcentagem no outro dia e observe a reação dos grãos, se tudo correr bem, aumente sucessivamente até a substituição total.
 
Nesse caso, há sugestão de que se coloque periodicamente uma parcela de leite animal, fazendo um pequeno revezamento na fonte alimentar dos grãos de kefir de leite.

Utilize sempre, uma porção separada dos grãos de kefir de leite, nunca faça experiências no seu lote todo, esteja preparado para o insucesso também, se houver perda, que seja de uma pequena parte.

Dica útil: Não faça esse tipo de experiência em grãos desidratados que acabou de ganhar, você acabará matando os grãos antes mesmo de usufruir dos benefícios probióticos dele.

Primeiro, hidrate da forma indicada, faça seus grãos saírem completamente do estresse, aguarde ter mais volume de grãos, e somente depois,  separe uma porção e faça seus testes”

Onde encontrar?

Não encontramos o Kefir para vender!

Eles se multiplicam rapidamente e diariamente e, por isso, são tradicionalmente doados.

Se fizer uma busca rápida no Google ou em grupos no facebook, encontra com facilidade um doador próximo.

Se cultivados corretamente esses micro-organismos não morrem.

Basta ficar trocando o leite do recipiente a cada 24 horas. Caso queria ficar um período sem consumi-lo, basta guardar os grãos em temperatura abaixo de 10°C. Assim ele entrará em estado de hibernação.

Doadores:


Ponto Natural Tijuca (RJ - capital): 3549.5977 ou 99962.3794

Grupo Facebook de Kefir de água e Kombuchá: https://www.facebook.com/groups/412409952274234/?fref=ts


Texto elaborado por: Clara Paes Costa Fonseca – CRN4 08102031

Nutricionista graduada pela Universidade Veiga de Almeiga (UVA) – 2008
Pós Graduada em Nutrição Clínica Funcional pela VP Consultoria – 2012 
Curso de atualização na área de: Nutrição Funcional Infantil, Suplementação, Sinais e Sintomas, Nutrição Funcional na Atividade Física, Nutrição Funcional Aplicada a Estética, Nutrição na Saúde da Mulher. 
Atende em consultório desde 2010 no Rio de Janeiro/RJ 

As informações contidas neste blog, não devem ser substituídas por atendimento presencial aos profissionais da área de saúde, como médicos, nutricionistas, psicólogos, educadores físicos e etc. e sim, utilizada única e exclusivamente, para seu conhecimento.

Referências Bibliográficas:

Rev. Inst. Latic “Cândido Toste”, Mai/Jun,  No 386, 67: 13-19, 2012

FARNWHORTH, E.D. Kefir-a complex probiotic. Food Science Technology, v.2, p.1-17, 2005.

SARKAR, S. Biotechnological innovations in kefir productions: a review. British Food Journal, v. 110, n.3, p.283-295, 2008.

SOLDATI, R.C. Bactérias Utilizadas nas Indústrias de Laticínios: descrição, caracterização e utilização. Revista do Instituto de Laticínios Cândido Tostes, n. 348, vol 61, n.348, 2006.

CZAMANSKY, R.T. Avaliação da atividade antibacteriana de filtrados de quefir artesanal. 2003, 96 p. Dissertação (mestrado em Ciências Veterinárias)- Faculdade de Veterinária, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

WESCHENFELDER, S. Caracterização de Kefir tradicional quanto a composição físicoquímica, sensorialidade e atividade antiEscherichia coli. Porto Alegre, 2009, 72 p. Dissertação (Mestrado em Ciências e Tecnologia de Alimentos) – Universidade Federal do Rio grande do Sul.

ULUSOY, B.H. et al. An in vitro study on the antibacterial effect of Kefir against some foodborn pathogens. Türk Mikrobiyoloji Cemiyeti Dergisi, 2007.



Postar um comentário